quinta-feira, 7 de maio de 2009

Assim começa este Blog....

Começo o meu blogue com uma notícia do dia: “Partidos Políticos recebem 88,2 Milhões de Euros para financiamento de campanhas políticas em 2009”
O Estado (aqui distancio todos os partidos, embora os culpe a todos de igual modo) permite-se gastar esta soma astronómica, num único ano, para que sejam efectuadas as campanhas eleitorais que visam esclarecer os eleitores sobre as intenções, propostas e compromissos daqueles que se propõe a ser eleitos (Se assim fosse, embora muito, até tinha utilidade). Ou seja, vamos gastar 88,2 Milhões de Euros em canetas, isqueiros, réguas, outdoors, papel para inundar as caixas de correio, tempos de antena em que nada se esclarece mas se fala mal dos todos os outros, em caravanas por todo o país, em comícios “abrilhantados” pelas estrelas da música popular, em comes e bebes, etc. Isto é, vamos esbanjar 88,2 Milhões de Euros, para alimentar as máquinas partidárias e aqueles que gravitam em volta dos partidos.
É indecente, imoral, incompreensível, inaceitável, reprovável, indigno de um Estado que não sendo rico em recursos esbanja os poucos que tem.
Termino este primeiro post com uma pequena comparação: Para financiar os partidos o Estado Português arranja 88,2 Milhões, para construir o novo Hospital Distrital da Guarda (50 Milhões) é necessário ajuda comunitária e arrastar a realização da obra por várias legislaturas de governos de diferentes cores politicas. Vê-se por esta comparação o que é mais importante para o Estado Português.

1 comentário:

  1. Tens um blogue muito extenso... :P

    Vamos lá dar vida a isto!

    Abraço

    ResponderEliminar